LMS

Rentabilize o seu tempo, utilize um LMS

LMS é a sigla de Learning Management System e, por si só, não deve ser familiar da maioria dos professores. No entanto, se disser que o Moodle é um LMS então a sigla ganha um significado.

O Moodle é uma Plataforma de Gestão de Aprendizagens, adotada por inúmeras escolas, através da qual os professores atribuem tarefas aos seus alunos recebendo o resultado destas pela mesma via.

Infelizmente, nos últimos anos, algumas escolas deixaram de promover a sua utilização , não tendo sido apresentado nenhum LMS alternativo. Assim, com o encerramento das escolas, devido à Covid-19, muitas foram apanhadas desprevenidas.

O Moodle voltou a fazer sentido, mas o Google Classroom e o Microsoft Teams ganharam protagonismo. A razão é simples, a maioria das escolas tem um contrato, com a Google ou com a Microsoft, através do qual disponibilizam um endereço de email institucional a todos os professores, pessoal não docente e, por vezes, aos alunos. Este contrato dá também acesso a um conjunto de aplicações e serviços como, por exemplo, Google Drive ou OneDrive, que incluem o Google Classroom ou o Microsoft Teams.

Estas plataformas são de fácil aprendizagem e a sua correta utilização permite rentabilizar o tempo do professor e dos alunos, que passam a ter concentradas, num único local, todas as disciplinas que os primeiros lecionam e os segundos frequentam.

Os professores podem disponibilizar tarefas de vários tipos, com data limite para entrega; verificar em tempo real, quem já viu a tarefa e quem já a entregou; atribuir classificações e muito mais.

Em comparação com a utilização do email, para a atribuição e recolha de tarefas, os ganhos de produtividade são imensos. Não é preciso perder tempo a fazer o download dos trabalhos dos alunos, nem a mudar o nome dos ficheiros, para saber a quem pertence, e muito menos a “adivinhar” a quem pertence, porque o trabalho não veio assinado.

Assim, se atualmente se debate com estes problemas, deve considerar, seriamente, a utilização de um LMS que, na minha opinião, deve ser aquele que a escola adotar.

Se não houver nenhuma orientação, por parte da direção, aconselho a consultar cursos online, vídeo-aulas e grupos de apoio, que permitam decidir qual o LMS que melhor se adapta à sua realidade.

Neste caso, acrescentaria à equação o ClassDojo, muito adequado para o 1.º ciclo, e o Edmodo que permite criar turmas sem necessidade do endereço de email dos alunos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *